Vambora

quarta-feira, 30 de março de 2011
Estou ansiosa pelas coisas que hão de vir, mas não aquela ansiedade de: "Ai, meu Deus, o que vai acontecer amanhã? Vai ser bom ou ruim? Vai ser triste ou alegre? Vai doer ou curar?" Não.
Estou esperando que aconteça.
Que as coisas venham e me levem, ou me plantem aqui.
Que a vida cuide de seguir seu curso, sem que eu o interrompa ou atropele.
Que as pessoas passem se forem temporal ou fiquem se forem briza.
Que os sentimentos mudem ou tatuem, seja lá qual for o melhor pra mim.
Que eu morra de dor, angústia e solidão. Ou que eu exploda de felicidade, de amor, de êxtase.
Mas que Deus esteja sempre ao meu lado, mostrando quais os seus planos pra mim, e que eu os siga sem hesitar, porque Ele é quem permite que essa minha vida desgovernada continue acontecendo todo dia.
E que enfim, eu viva como quem sabe que vai morrer amanhã pra aprender que valor a gente dá primeiro a gente pra ter como dar aos outros.
Que venha a vida toda, ou metade dela, ou que eu morra amanhã, hoje eu estou pronta!

2 comentários:

  1. Legal!!! ADOREI!!! É isso aí.. "vamos viver tudo que há para viver.. vamos nos permitir..."

    Parabéns pelo lindo blog!

    Abraços,
    Márcia *-*
    http://viajapensamentos.blogspot.com

  1. SUZANA disse...:

    Gostei da frase "Que as pessoas passem se forem temporal ou fiquem se forem briza." Adorei seu blog.